INSTITUTO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS CRIMINAIS

     OK
alterar meus dados           OK
ASSOCIE-SE

Revista liberdades - Regulamento



NORMAS DE PUBLICAÇÃO DA REVISTALIBERDADES

1. A Revista Liberdades tem por linha editorial o conjunto de objetivos e ideais do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais, disponível no endereço eletrônico www.ibccrim.org.br, respeitando, de todo modo, o debate democrático dos temas, em nível científico, para o fim de disseminar as ciências criminais.

2. Os trabalhos deverão ser enviados para o e-mail revistaliberdades@ibccrim.org.br.

Da formatação

3. Recomenda-se a utilização de processador de texto Microsoft Word. Caso seja usado outro processador de texto, os arquivos devem ser gravados no formato RTF (de leitura comum a todos os processadores de texto).

4. Todos os trabalhos deverão apresentar:

  • Título, nome do autor (ou autores) e 03 principais atividades exercidas (informações referentes à situação acadêmica, títulos e instituições às quais pertença fica a critério do autor). Iniciar com a titulação acadêmica (da última para a primeira); caso exerça o magistério, inserir os dados pertinentes, logo após a titulação; em seguida completar as informações adicionais (associações ou outras instituições de que seja integrante); finalizar com a função ou profissão exercida.
  • Sumário, cinco palavras-chave (no máximo) e um resumo de até dez linhas. As palavras-chave e o resumo devem estar em português primeiramente e também em outra língua estrangeira, preferencialmente em inglês.
  • Bibliografia no final do artigo.

5. Os trabalhos deverão seguir a seguinte formatação: os parágrafos devem ser justificados. Não devem ser usados recuos, deslocamentos, nem espaçamentos antes ou depois. Não se deve utilizar o tabulador para determinar os parágrafos. Como fonte, usar a Times New Roman, corpo 12. Os parágrafos devem ter entrelinha 1,5; as margens superior e inferior 2,5 cm e as laterais 2,5 cm.

6. As notas de rodapé deverão ser apostas no final de cada página, seguindo-se as normas da ABNT (NBR 10520/2002) para citações e referências bibliográficas.

7. Todo destaque que se queira dar ao texto deve ser feito com o uso de itálico ou negrito. Jamais deve ser usada a sublinha.

8. Os trabalhos podem ser escritos em português, espanhol, francês, inglês ou italiano. Em qualquer caso, deverão ser indicados, em português e em inglês, o título do trabalho, o sumário, o respectivo resumo e as palavras-chave.

9. Todos os trabalhos encaminhados deverão respeitar os limites de páginas estabelecidas:

a) Seção ARTIGOS: de 15 a 30 páginas
b) Seção REFLEXÃO DO ESTUDANTE: de 15 a 25 páginas
c) Seção HISTÓRIA: de 10 a 25 páginas
d) Seção RESENHA DE FILME: de 03 a 15 páginas
e) Seção RESENHA DE MÚSICA: de 03 a 10 páginas
f) Seção RESENHA DE LIVRO: de 03 a 15 páginas

10. Para as seções de HISTÓRIA, REFLEXÃO DO ESTUDANTE e RESENHAS, que forem elaboradas por graduandos, deverão conter um professor universitário como orientador do trabalho científico.

11. Todos os trabalhos encaminhados devem ser inéditos no Brasil.

Da avaliação

12. A seleção de trabalhos (Conteúdo Editorial) para publicação é de competência do Conselho Editorial da Revista Liberdades. Referido Conselho Editorial é formado por vários membros de diversas instituições e localidades, de forma a preservar o pluralismo, a imparcialidade e a independência na análise dos artigos encaminhados. Eventualmente, os trabalhos poderão ser devolvidos ao Autor com sugestões de caráter científico que, caso as aceite, poderá adaptá-los e reencaminhá-los para nova análise. Não será informada a identidade dos responsáveis pela análise do Conteúdo Editorial de autoria do Colaborador.

13. Após a verificação do atendimento das normas de publicação, o trabalho será submetido à análise prévia da Coordenação, para verificação de adequação à linha editorial da Revista Liberdades. Após essa avaliação, serão suprimidos do artigo todos os elementos que permitam a identificação de seu autor e remetido à análise de dois pareceristas anônimos, membros do Conselho Editorial, para avaliação qualitativa de sua forma e conteúdo, seguindo o sistema do duplo blind peer review e atendendo os critérios constantes do formulário de parecer.

14. Os pareceres anônimos ficarão à disposição dos autores, que serão cientificados por e-mail de eventual rejeição dos trabalhos, a fim de que possam adaptá-lo ou justificar a manutenção do formato original. Em todo caso, a decisão final sobre a publicação ou não dos artigos em que o autor manteve o formato original caberá à Coordenação da Revista Liberdades.

15. Na hipótese de haver dois pareceres discordantes sobre a publicação ou não do trabalho, este será encaminhado a um terceiro parecerista. Em casos excepcionais, poder-se-á encaminhar o trabalho a parecerista estranho ao Conselho Editorial da Revista Liberdades, desde que a especificidade do tema e o notório conhecimento do parecerista na área assim o justifique.

16. Independentemente de blind peer review e do atendimento ao formato padrão de publicação, a Coordenação da Revista poderá excepcionalmente aceitar trabalhos como artigos convidados, sempre que se considerar a contribuição do autor de fundamental importância para o tema.

Dos direitos autorais

16. Não serão devidos direitos autorais ou qualquer remuneração, a qualquer título, pela publicação dos trabalhos.

Das disposições finais

17. A Revista Liberdades não se responsabiliza pelo conteúdo dos textos publicados, que são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente as opiniões deste Instituto.

18. Os trabalhos que não atenderem a qualquer uma das normas de publicação serão desde logo devolvidos aos autores, que poderão reenviá-los, após efetuarem as modificações necessárias. A Revista Liberdades não se responsabilizará por realizar qualquer complemento nos trabalhos, tais como inserção de sumário, resumo ou palavras-chave, que ficam à elaboração exclusiva do autor do artigo.

19. Demais dúvidas serão dirimidas pela Coordenação da Revista Liberdades.

Coordenação da Revista Liberdades.



IBCCRIM - Instituto Brasileiro de Ciências Criminais - Rua Onze de Agosto, 52 - 2º Andar - Centro - São Paulo - SP - 01018-010 - (11) 3111-1040