09 de Julho de 2020

Covid-19 e sistema prisional: IBCCRIM promove debate gratuito sobre coronavírus e prisões nas Américas

O Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCRIM), por meio do Departamento de Sistema Prisional, promove no dia 14 de julho, às 18h, o debate gratuito “Covid-19 e prisões nas Américas”. O evento será transmitido pela página do IBCCRIM no Facebook e não é necessário fazer inscrição prévia.

Com participantes brasileiros e de outros países do continente americano, o debate promoverá a troca de experiências com políticas de monitoramento e controle do coronavírus no cárcere de países como Argentina, Chile, Colômbia, Estados Unidos e Peru. A discussão será feita em português e em espanhol.

Com mediação de Patrick Cacicedo, coordenador-chefe do Depto. de Sistema Prisional do IBCCRIM, o evento contará com a participação do brasileiro Bruno Rotta Almeida, professor da UFpel e pós-doutor pela Universidade de Barcelona, da peruana Claudia Fiorella, pesquisadora e advogada, da colombiana Daniela Barberi, criminóloga e psicóloga com doutorado pela George Mason University (EUA), além da peruana Olga Espinoza, professora da Universidade do Chile, e o argentino Ramiro Gual, docente da Universidade de Buenos Aires.

Assista à íntegra do debate "Covid-19 e prisões pelo mundo"

Como o acesso ao evento é aberto, sem a necessidade de inscrição prévia, não haverá emissão de certificado.

Covid-19 e prisões brasileiras

O IBCCRIM vem acompanhando a situação do novo coronavírus no sistema prisional brasileiro. Um estudo produzido pelo Instituto subsidiou uma ação no STF (ADPF 864) que pede que a Corte reconheça o descumprimento, por parte dos diversos Poderes do Estado brasileiro, de uma série de medidas de proteção à saúde, à vida e à segurança da população carcerária do país, que já vem sendo enormemente afetada pela pandemia.

Junto com outras 200 entidades, o IBCCRIM também denunciou à ONU e à CIDH a negligência do governo brasileiro diante do alastramento do coronavírus no sistema prisional do país.