Biblioteca

É impossível dissociar o IBCCRIM de sua Biblioteca. Fundado em 1992, o Instituto começou a construir naquele mesmo ano seu acervo em ciências criminais – hoje o maior da América Latina, com mais de 77 mil itens cadastrados.

A Biblioteca conta com obras em vários formatos, desde documentos históricos, como uma das primeiras edições de “Dos Delitos e das Penas”, de Cesare Beccaria, até periódicos científicos nacionais e internacionais atualizados. É uma bibliografia vasta, composta por documentos doutrinários de direito penal e processual penal, política criminal, criminologia, sociologia criminal, direitos humanos, entre outros campos relacionados ao sistema de justiça criminal.

A Biblioteca proporciona a associadas e associados referências bibliográficas e oferece ampla assistência a pesquisadoras e pesquisadores das diversas áreas das Ciências Humanas, além de estudantes e jornalistas.

Horário de Funcionamento

Segunda a sexta-feira(dias úteis), das 8h às 18h45

Atualmente, a consulta à lista completa de títulos pode ser feita presencialmente ou à distância, por meio do sistema digital da biblioteca

É possível visualizar online partes de livros e o conteúdo integral do acervo de periódicos. Com a consulta feita, é possível acessar a biblioteca pessoalmente, em São Paulo.

Como a biblioteca não é circulante, é possível realizar cópias impressas de trechos de algumas obras durante a permanência no Instituto ou, ainda, solicitar as cópias desejadas e recebê-las por correspondência postal.

Também ficam disponíveis na Biblioteca as gravações de eventos e cursos realizados pelo IBCCRIM, como as palestras das diferentes edições do Seminário Internacional. A maior parte das gravações já está acessível diretamente pela internet, integrada com a TV IBCCrim, no site do Instituto.

A Biblioteca do IBCCRIM mantém intercâmbio de material bibliográfico com instituições congêneres (nacionais e internacionais) para fins de disseminação seletiva da informação de publicações de interesse do Instituto.

Desde sua fundação, a política do IBCCRIM sempre visou o relacionamento com Universidades, organizações de pesquisa e entidades de classe, comprometidas com a defesa do Estado Democrático de Direito e de um Direito Penal que preserva as garantias constitucionais dos cidadãos.

Além da colaboração técnica e científica com entidades nacionais e internacionais, o IBCCRIM estabelece intercâmbios de publicações, que são incorporadas ao acervo da Biblioteca e disponibilizadas a todos os associados.

O uso da Biblioteca é exclusivo para os associados. Deve ser mantido silêncio no recinto, preservando-se as condições necessárias para a pesquisa e o estudo. Não é permitido comer, beber, fumar, bem como utilizar celular dentro da Biblioteca.