INSTITUTO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS CRIMINAIS

     OK
alterar meus dados           OK
ASSOCIE-SE


Mesas de Estudos e Debates

Mesas de Estudos e Debates
489 visualizações | Publicado: 176 dias atrás
24/02/2017
2 horas e 38 minutos

Apenas no primeiro mês de 2017, mais de cem presos foram mortos em instalações prisionais no Amazonas, Roraima e Rio Grande do Norte. O diagnóstico feito por especialistas aponta o superencarceramento como principal elemento da crise prisional brasileira.

O fenômeno passou a ser observado com mais atenção após a aprovação da chamada Lei de Drogas (Lei nº 11.343), que aumentou em mais de 500% a população prisional de 2006 a 2014, segundo dados do Ministério da Justiça. Hoje, 28% dos mais de 600 mil presos respondem por crimes ligados ao tráfico de drogas. Entre as mulheres, esse número chega a cerca de 70%.

Diante desse cenário, a primeira mesa de estudos e debates do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCRIM) em 2017 reuniu Luis Carlos Valois, Nathália Oliveira e Paulo Cesar Malvezzi Filho para debater os efeitos da política de combate às drogas na crise penitenciária brasileira, intensificada após as rebeliões nos presídios no Norte e Nordeste


TVIBCCRIM últimos vídeos


IBCCRIM




IBCCRIM - Instituto Brasileiro de Ciências Criminais - Rua Onze de Agosto, 52 - 2º Andar - Centro - São Paulo - SP - 01018-010 - (11) 3111-1040